Página Principal Página Principal

• Roteiro de Compras

• Roteiro de Lazer e
Cultura

• Roteiro de Parques

• Roteiro de Turismo

• Roteiro de Turismo e
Bicicleta
 
  Roteiros de Lazer e Cultura Roteiros de Compras Roteiros de Lazer e Cultura Roteiros de Parques Roteiros de Turismo Roteiros de Turismo e Bicicleta
 
Vá ao Lazer e Cultura de Trem e Metrô: o usuário se livra dos congestionamentos e economiza no combustível e no estacionamento. Conheça algumas opções de passeio incluem visitas a museus e parques, confira:


Lazer e Cultura de trem :

Estação da Luz
Museu da Língua Portuguesa: Com concepção arrojada, o museu leva o visitante a uma viagem sensorial e subjetiva, que inclui filmes, audição de leituras e diversos módulos interativos. Atualmente, a programação conta com a exposição da escritora Clarice Lispector. O usuário da CPTM levam grande vantagem para visitá-lo, já que o espaço fica dentro da própria Estação da Luz.

Pinacoteca: O museu de artes plásticas mais antigo da cidade fica em frente à Estação da Luz e possui 1200 obras em exposição permanente. Com a nova estrutura, transformou-se num dos melhores locais para grandes exposições nacionais e internacionais da capital paulista. Sua coleção inclui ainda preciosidades do modernismo e da arte brasileira. No núcleo dedicado a São Paulo, por exemplo, podem ser vistos artistas como Cândido Portinari, Anita Malfatti, Victor Brecheret, Tarsila do Amaral, Di Cavalcanti, Benedito Calixto, Almeida Júnior, Francisco Rebolo e Arcângelo Ianelli, entre outros.

Museu de Arte Sacra: Localizado no Mosteiro da Luz, fica pertinho da Estação da Luz (basta atravessar a avenida Tiradentes). Considerado um dos mais importantes monumentos arquitetônicos coloniais paulistas, mantém um precioso acervo com mais de 4.000 obras de arte religiosa entre imaginária sacra, oratórios, objetos litúrgicos e livros raros dos séculos XVI ao XX.

Estação Barra Funda
Memorial da América Latina
: Localizado ao lado da Estação Barra Funda, o espaço foi criado pelo arquiteto Oscar Niemayer. De 01 a 10 de junho, o museu tem na programação a segunda edição do Panorama Paulista de Circo, com apresentações circenses todos os dias, em horários variados.

Estação Cidade Jardim
Museu da Casa Brasileira
: A duas quadras da Estação Cidade Jardim, o museu tem em seu acervo mobiliário cristais, porcelanas e objetos que remontam ao século XVI. Há também um banco de dados e documentação sobre a arquitetura e "design" brasileiros.

Estação Júlio Prestes
Sala São Paulo
– Anexa à Estação Júlio Prestes e próxima à Estação da Luz.
Inaugurado em 9 de julho de 1999 o Complexo Cultural Júlio Prestes abriga a Sala São Paulo com capacidade para 1509 pessoas. Trata-se de um espaço para apresentações de orquestras sinfônicas e de câmara, construído dentro dos mais modernos padrões internacionais, equiparando-se às três melhores salas de concertos do mundo: Boston Symphonic Hall, Musikvereinssaal, Viena e o Concertgebouw, Amsterdã. O local abriga a sede da OSESP (Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo).
Local: Praça Júlio Prestes, s/nº Tel: (0xx11) 3337-5414
Horário de funcionamento das bilheterias: de segunda a sexta, das 10 às 18 horas, ou até o início do concerto. Aos sábados, das 10 às 16h30. Aos domingos, em dias de espetáculos.
Ingressos: Variam de acordo com o espetáculo.

Estação Cidade Jardim
Museu da Casa Brasileira
– A duas quadras da Estação Cidade Jardim. É formado por mobiliário, cristais, porcelanas e objetos que remontam ao século XVI. Além do acervo, realiza mostras de arte contemporânea e mantém banco de dados e documentação sobre a arquitetura e "design" brasileiros.
Local: Av. Brigadeiro Faria Lima, 2705 Tel: (0xx11) 3032-3727
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10 às 18 horas
Ingressos: R$ 4,00 e ½ entrada. Grátis aos domingos e para crianças menores de 10 anos.

Estação Estudantes
Sabaúna
: Ainda para o amante da natureza, a dica é o passeio de bicicleta até o Distrito de Sabaúna, em Mogi das Cruzes, por meio da estrada de terra que margeia as vias da antiga Central do Brasil. O turista pode visitar a antiga estação, construída no século XIX, as feiras de artesanato e ainda admirar o visual das cachoeiras e trilhas, em meio às montanhas que dividem as serras do Mar e da Mantiqueira.
Para chegar lá, o ciclista pode descer na Estação Estudantes, seguir pelo asfalto até a av. Francisco Rodrigues Filho [Estrada Mogi-Guararema] e depois passar por uma estrada de terra a partir da antiga Estação César de Souza, por cerca de 6 km.

Estação Jundiaí
Jundiaí
: Vale a pena também dar umas pedaladas pela cidade de Jundiaí, que tem diversas atrações, como o museu ferroviário da Cia. Paulista, pertinho da estação da CPTM, a Serra do Japi e o roteiro do Circuito das Frutas.

Estação Rio Grande da Serra
Paranapiacaba
- Próximo à Estação Rio Grande da Serra. Há ônibus que vai para o local.
A cidade surgiu com as casas erguidas pelos ingleses, que vieram construir da ferrovia Santos-Jundiaí. Hoje, os grandes galpões desativados abrigam o museu ferroviário. O clima pitoresco atrai muita gente para degustar a comida caseira do local. Os visitantes devem desembarcar em Rio Grande da Serra, lá adquirem passagens dos ônibus, que levam até a entrada de Paranapiacaba com desconto. De carro a viagem demora uma hora e meia e de trem apenas 55 minutos.

Estação Brás Memorial do Imigrante - Ao lado da Estação Bresser do Metrô, com acesso pelo Brás.
O Memorial do Imigrante é uma instituição museológica, criada em 1998, com o objetivo de reunir, preservar, pesquisar, documentar e divulgar a história da imigração e a memória dos imigrantes que, a partir da década de 1820, vieram para o Estado de São Paulo.
Local: Rua Visconde de Parnaíba, 1316 Tel: (0xx11) 6692-1866
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 10 às 17 horas.
Ingressos: R$ 4,00 e ½ entrada. Grátis para maiores de 60 anos e menores de 7.

Estação Ipiranga
Museu do Ipiranga
- A mais ou menos seis quadras da Estação Ipiranga. Monumento às margens do riacho do Ipiranga, onde foi proclamada a Independência. Em 1884 é contratado, como arquiteto, o engenheiro italiano Tommaso Gaudenzio Bezzi, que utilizou, de forma simplificada, o modelo de palácio renascentista para projetar o monumento.
Local: Parque da Independência, s/nº Tel: (0xx11) 6165-8000
Horário de funcionamento: de terça a domingo, das 9 às 18 horas
Entrada: R$ 2,00


 
  © 2005-2014 CPTM - Internet