​​

Linha 13 - Jade


Programa de Investimentos nos Transp. Metropolitanos de São Paulo - Linha 13 (Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, no Município de Guarulhos) - FASE I

Situação do Projeto da Linha 13 – Jade (Trem de Guarulhos)

O projeto 

A Linha-13 Jade, que ligará São Paulo ao Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro, no Município de Guarulhos, representa um investimento total do Estado da ordem de R$ 1,8 bilhão, sendo as obras civis financiadas pela Agência Francesa de Desenvolvimento (AFD) e recursos do Governo do Estado de São Paulo (GESP), e a energia, sinalização e telecomunicação pela Caixa Econômica Federal (CEF/PAC). A obra prevê que 130 mil pessoas por dia sejam beneficiadas por essa nova opção de transporte mais e​ficiente, rápida e barata. O valor da tarifa será o mesmo cobrado em todo o sistema metroferroviário, que atualmente é de R$ 3,50.

A nova linha terá 12,2 quilômetros de extensão, se​​ndo que uma parte do trajeto será feita em superfície (4,3 km) e outra em elevado (7,9 km). No total serão duas novas estações: Guarulhos Cecap e Aeroporto Guarulhos, além da Estação Engenheiro Goulart, integrando com a Linha-12 Safira, que será totalmente reconstruída. Serão construídas 3 subestações, 2 cabines seccionadoras.  A implantação da nova Linha prevê a transposição sobre os Rios Tietê e Baquirivú-Guaçú, das Rodovias Ayrton Senna, Hélio Smidt, Presidente Dutra, e da Avenida Monteiro Lobato. Serão adquiridos 8 trens de 8 carros, com financiamento do Banco Europeu de Investimento – BEI. Serão reconstruídas duas Passagens Inferiores (PI’s), na Linha 12: a do Jardim Piratininga e a de Engenheiro Goulart, que permitirão a circulação de veículos e pedestres, da Avenida Assis Ribeiro ao Parque Ecológico do Tietê – PET.

Os trens vão dispor de bagageiros e nesta primeira fase farão o percurso entre as estações Engenheiro Goulart e Aeroporto-Guarulhos, com parada na Estação Guarulhos-CECAP. Na Estação Aeroporto-Guarulhos será construída  uma passarela que ligará ao atual Terminal 4 do aeroporto, da qual sairá um ”transporte” que percorrerá todos os Terminais do aeroporto transportando os usuários gratuitamente. O horário de operação será o mesmo praticado nas demais Linhas da CPTM, das 4h à meia-noite. Todas as novas estações terão acessibilidade (elevadores, piso podotáteis, comunicação em Braille, corrimãos e rampas adequadas) e escadas rolantes para conforto dos passageiros.

As obras começaram no final de 2013 e serão realizadas em quatro lotes pelos consórcios que ganharam a licitação: HFTS Jade (Helleno e Fonseca-Trail-Spavias) e CST Linha 13-Jade (Consbem-​Serveng-TIISA). Foram instalados os canteiros de obras do lote 1, próximo à estação Engenheiro Goulart e o canteiro de obras do lotes 2 e 4 situado às margens da avenida Hélio Smidt, próximo a Rodovia Presidente Dutra. ​

A integração com o sistema sobre pneus também está contemplada no projeto. A Estação Guarulhos ​Cecap terá um dos acessos transpondo o viário que permitirá integração com outros modais, a exemplo da Rodoviária de Guarulhos, e a Estação Aeroporto Guarulhos terá um acesso que também permitirá a integração com o Terminal Metropolitano de Taboão (Guarulhos). Assim, a Linha-13 representa um salto de qualidade na infraestrutura de mobilidade para os moradores dessas regiões, pois poderão se deslocar em 22 cidades do Estado por meio das linhas da CPTM, terão acesso à rede de metrô e ainda serão beneficiados com a redução do tráfego de veículos, hoje o principal meio de acesso ao Aeroporto Internacional Governador André Franco Montoro. Clique aqui​ e saiba mais. 

​​Prazo previsto de conclusão das obras: janeiro de 2018.  ​

Em paralelo às obras iniciadas, a CPTM abriu licitação para desenvolvimento do projeto funcional para a extensão da linha em São Paulo, Guarulhos e Taboão - FASE II.

Mais informações: http://www.stm.sp.gov.br