Notícias

Voltar para Notícias Qualidade de Vida | 21/11/2016 12:47:30

 

​"Dia D de combate ao Aedes Aegypti”: CPTM e municípios farão ações de sensibilização 

 Mutirões vão eliminar focos do mosquito em diversas áreas da CPTM e ações de conscientização para o público serão realizadas em algumas estações

Todos os anos, junto com o verão vem o período de chuvas e o aumento dos casos de doenças transmitidas pelo mosquito Aedes aegypti. Se antecipando a este cenário, a CPTM promoverá nesta quarta-feira, dia 23, a 3ª edição do "Dia D de Combate ao Aedes aegypti", mobilizando mutirões de funcionários e terceirizados para atuar em todas as áreas da Companhia. 

A novidade neste ano é a parceria com alguns munícipios atendidos pela CPTM. As prefeituras de Osasco, Rio Grande da Serra, Mauá, Barueri, Franco da Rocha e Poá farão ações nas estações, visando sensibilizar o público, nos próximos dias.

 
O "Dia D de Combate ao Aedes aegypti" foi criado com o objetivo de eliminar focos do mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika. Divididos em mutirões, cerca de 300 voluntários, entre empregados e terceirizados, percorrerão 172 áreas mapeadas pela CPTM.

 
Acompanhadas por líderes e facilitadores, as equipes terão a missão de eliminar potenciais focos de reprodução do mosquito, recolhendo objetos que acumulam água parada e que, posteriormente, serão descartados em contêineres destinados a coleta. 

 
Para conscientizar as pessoas sobre os riscos das doenças transmitidas pelo Aedes aegypti, o slogan deste ano “Sem criadouro não há mosquito. Sem mosquito não há picada. Sem picada não há dengue, chikungunya e zika. Basta eliminar os criadouros uma vez por semana para impedir a multiplicação do mosquito. Todos nós somos responsáveis” chama a atenção para o assunto de forma didática.

 
No ano passado, a 2ª edição do “Dia D” envolveu cerca de 200 empregados, que recolheram mais de 900 sacos com objetos descartados em locais inadequados e que poderiam vir a acumular água de chuva. 

 
Programação das prefeituras nas Estações

 
Estações Osasco e Presidente Altino
De 21 a 25/11, das 9h às 14h, a prefeitura promoverá um jogo interativo e distribuíra folhetos educativos. 

 
Estação Franco da Rocha
De 21 a 25/11, das 9h às 16h, haverá um estande da prefeitura no local.

 
Estação Mauá
Dias 21 e 22/11, das 9h às 16h, a prefeitura exibirá duas maquetes, uma mostrando uma casa irregular com criadouros do mosquito e outra em ordem, sem focos. 

 
Estação Barueri
Dias 22 e 23/11, das 9h às 15h30, haverá estande da prefeitura no local. 

 
Estação Jardim Silveira
Dias 24 e 25/11, das 9h às 15h30, o estande da prefeitura de Barueri estará no local.

 
Estação Poá 
Dia 24/11, das 10h às 12h, a prefeitura fará distribuição de folhetos.

 
Estação Rio Grande da Serra
Dia 25/11, das 13h às 18h, a prefeitura fará distribuição de folhetos educativos.  

 
Sobre o Aedes aegypti
O Aedes aegypti, que antes causava apenas a dengue, agora é responsável também pela transmissão do zika vírus e da chikungunya.  Os principais sintomas das doenças são: dores pelo corpo, febre e dor de cabeça. A dengue pode causar hemorragia e é a mais perigosa das três doenças, podendo levar à morte. A chikungunya causa dores nas articulações, o que dificulta a mobilidade do doente. A zika tem sintomas que muitas vezes são imperceptíveis, no entanto, pode causar microcefalia nos fetos de mulheres grávidas.

 
Para combater os focos do mosquito são indicados cuidados básicos, como não deixar água parada, evitando sua proliferação.  Confira alguns cuidados simples que devem ser praticados com frequência:

 
• Vede as caixas d’água por completo; 
• Guarde os pneus em local seco e coberto. Faça furos em seus pontos separados, mantendo-os na posição vertical;
• Elimine os pratos dos vasos. Troque a água de plantas aquáticas uma vez por semana, esfregado a superfície do vaso;
• Lave os bebedouros para animais domésticos diariamente, usando escova, água e sabão; 
• Evite entupimentos em ralos e canaletas;
• Mantenha a tampa de vasos sanitários sempre fechada; 
• Em banheiros com pouco uso dê a descarga semanalmente e coloque água sanitária; 
• Não acumule entulhos e descarte adequadamente se não estiverem sendo utilizados;
• Mantenha piscinas limpas e coloque cloro regularmente conforme a recomendação do fabricante.
Tags