Notícias

Voltar para Notícias Qualidade de Vida | 02/05/2017 16:09:38

 

​​​Empregados se destacam como atletas

 

O esporte traz muitos benefícios para a saúde e para o bem-estar, além de ajudar a desenvolver qualidades como disciplina e determinação, que contribuem no ambiente de trabalho. Por isso, a CPTM incentiva a prática de esporte e homenageia dois empregados que se destacaram recentemente como atletas nas horas livres. 

Um deles é a encarregada de estação Fátima da Silva Diniz dos Anjos, 37 anos, que há seis anos acumula várias conquistas nos campeonatos de arte marcial. Agora, ela acabou de se classificar para o PanAmericano de Kung Fu, que acontecerá na Costa Rica em agosto.

Já o Diretor de Engenharia e Obras, Carlos Roberto dos Santos, é triatleta (nada, corre e pedala) e conquistou o 5º lugar em sua categoria no Ironman 70.3 de Palmas (Tocantins), realizado no fim de abril. A competição envolve 1.900 metros de natação, 90 quilômetros de bicicleta e 21 quilômetros de corrida. Com o tempo total de 5h36, menor do que no ano passado, Carlos se classificou para o mundial que ocorrerá nos EUA. 

Um pouco sobre a história de cada um

Fátima trabalha nas estações Guapituba e Capuava, na Linha 10-Turquesa, e, no ano passado, conquistou a medalha de bronze no 27º Campeonato Brasileiro de Kung Fu-Wushu, que aconteceu em Brasília. Competindo na modalidade de Armas Curtas e Médias, a atleta alcançou o pódio. Já no campeonato Sul-Americano de Kung Fu tradicional, realizado na Argentina, em outubro, garantiu a medalha de prata na categoria combinada de armas.

A dedicação à prática do Kung Fu, na modalidade tradicional, rendeu a Fátima 28 medalhas: 5 de ouro, 15 de prata e 8 de bronze. Na categoria Grupo de Armas Curtas e Médias, por dois anos consecutivos (2014 e 2015), ela consagrou-se campeã nos campeonatos paulista e brasileiro. 


Inicialmente as aulas de Kung Fu atendiam a necessidade da prática esportiva e do lazer. Com o tempo, Fátima se identificou com a mais antiga de todas as artes marciais e hoje, não imagina sua vida sem o esporte.

Carlos Roberto pratica esporte há mais de 25 anos. Durante muito tempo, se dedicou somente à corrida, participando de mais dez maratonas (cada uma tem 42 quilômetros de percurso). Até que, em 2008, decidiu diminuir as maratonas por causa de uma lesão crônica no tendão de Aquiles. Para um retorno sem problemas, começou a treinar a natação e o ciclismo. Assim, logo entrou no mundo do triathlon, como se chama a competição que reúne as três modalidades: corrida, natação e ciclismo.

O diretor já competiu em dezenas de provas nacionais e internacionais, tendo concluído vários Ironman 70.3 e, inclusive, o Ironman de Fortaleza. Ele conta que sente os benefícios gerados pelo esporte na atuação profissional: maior poder de concentração, de organização das tarefas e de energia ao longo do dia. “Todas as atividades são planejadas e a mochila está sempre no carro. O treino é um momento em que eu desligo. Esse tempo também estimula a atividade mental”.
Tags