Notícias

Voltar para Notícias Comunicação e Marketing | 31/01/2017 19:16:31

 

​Estação Júlio Prestes é cenário de ensaio fotográfico

 


 

Com seu belo edifício em estilo neoclássico, a Estação Júlio Prestes, na Linha 8-Diamante, foi escolhida para ser o cenário de ensaio fotográfico da estudante Laís Figueiredo do curso Processos Fotográficos da Etec de Carapicuíba. 

A estudante uniu o charme da centenária estação da CPTM à performance artística de dois jovens acrobatas: Thalia Oliveira Ribeiro e Willian Fernandes Mackenz. A fotógrafa de apenas 17 anos optou pela Júlio Prestes justamente por sua singularidade histórica. O trabalho foi realizado no último dia 20. 

História da estação

Considerada um dos principais cartões-postais e patrimônio histórico da cidade, a Estação Júlio Prestes ganhou o nome em homenagem ao presidente da Província do Estado de São Paulo e presidente do Brasil, Júlio Prestes de Albuquerque, após sua morte em 1946.

A Estação Júlio Prestes começou a ser construída pela Estrada de Ferro Sorocabana, em 1925, e levou 13 anos para ser inaugurada. O edifício foi projetado pelos arquitetos Cristiano Stockler das Neves e Samuel das Neves, que buscaram inspiração na estações nova-iorquinas Gran Central Station e Pennsylvania Station. 

Desde 1994, é administrada pela CPTM, servindo a Linha 8-Diamante (Júlio Prestes – Itapevi).  Atualmente a estação é integrada a Sala São Paulo, considerada a maior sala de concertos da América Latina. A Sala São Paulo é a sede da OSESP – Orquestra Sinfônica do Estado de São Paulo, e foi construída em 1999 no espaço dos antigos escritórios da Sorocabana.
Tags  


Notícias relacionadas

Mais notícias +