Notícias

Voltar para Notícias Comunicação e Marketing | 06/01/2017 12:02:06

 

​Estações ampliam horário de venda de novo bilhete QR Code

 Em três meses, foram vendidos mais de 61 mil bilhetes com a nova tecnologia

As seis estações da CPTM escolhidas para os testes da tecnologia do QR Code estão comercializando os novos bilhetes das 6h às 23h, desde o último dia 26. Na primeira fase de implantação, as vendas ocorriam somente das 10h às 16h.

Entre outubro e dezembro do ano passado, foram emitidos mais de 61 mil bilhetes com QR Code nas seguintes estações: Vila Aurora, na Linha 7-Rubi, Lapa, na Linha 8-Diamante, Autódromo, na Linha 9-Esmeralda, Tamanduateí, na Linha 10-Turquesa, Dom Bosco, na Linha 11-Coral, e USP Leste, na Linha 12-Safira.

A bilhetagem via QR Code ou Código QR (Quick Response - resposta rápida) é uma solução inovadora, que proporcionará agilidade aos usuários do transporte público e redução de custos operacionais à empresa. Nessa fase de implantação, os funcionários das estações puderam perceber que o fechamento das bilheterias ficará mais dinâmico, pois o novo bilhete gera relatórios automáticos. Já nos atuais Edmonson, a contagem é manual.

Para usar o sistema, o usuário deverá adquirir o bilhete unitário, que será impresso com o código na bilheteria da estação. Depois é só aproximar o bilhete do bloqueio adaptado para a leitura deste tipo de cartão para ter o acesso liberado.

Próximos passos

Segundo o coordenador do projeto pela CPTM, Rodrigo Sartoratto, nessa fase de implantação, que vai até abril, serão feitos os ajustes no sistema e será estudada a viabilidade técnica de aplicar o novo bilhete em todas as estações da CPTM.

Caso se comprove a viabilidade de implantação definitiva, futuramente, o QR Code poderá oferecer múltiplas facilidades em relação aos bilhetes magnéticos atuais, como a aquisição pela Internet, aplicativos de celular e máquinas de venda automatizadas, gerando mais praticidade e ganho de tempo aos usuários.

Pioneiro na América Latina para o pagamento de passagens do sistema metroferroviário, o novo sistema de bilhetagem foi desenvolvido pela Autopass, parceira da CPTM nesta fase de testes, e que já realizou um projeto piloto no Terminal Santo André do Corredor ABD da Empresa Metropolitana de Transportes Urbanos – EMTU, entre julho e agosto passado.​

Tags  


Notícias relacionadas

Mais notícias +